Um destaque deslumbrante de São Francisco para quem ele se aplica? Você decide...

Clique aqui para comentar esta publicação


São Francisco de Assis Profecia: "Um homem, não escolhido canonicamente, será levado ao Pontificado ... Naqueles dias, Jesus Cristo não lhes enviará um verdadeiro Pastor, mas um Destruidor"


Quem é o Papa na profecia? É impossível dizer com certeza, embora os leitores certamente tenham suas próprias idéias.


Antonio Socci dá uma nova e surpreendente indicação de quão fora de controle [o Papa Francis] está em sua coluna de 24 de setembro de 2017 , intitulado" O que ele queria fazer como "o Papa Jesus II", o Demolitionist. "[Socci ]



Entenda como quiser. Mas isso é claro: São Francisco de Assis veria com horror as palavras divisórias, induzindo o caos e os atos de qualquer papa - mas, em particular, o Papa que presumiu tomar seu nome, quer veria ou não em seu homônimo o mesmo Papa da sua profecia.

Extraído de: https://www.catholicfamilynews.org/blog/2017/11/16/saint-francis-prophecy


Profecia de São Francisco de Assis sobre o cisma e a apostasia


06.04.2013 - São Francisco ficou conhecido entre os frades Franciscanos como o Santo Pai ou Pai Seráfico.

Alguns dos seus escritos foram traduzidos para inglês, em 1882, por um frade Franciscano e foram publicados num livro pela R. Washbourne, sob o título:


Só encontrei estes textos na sua tradução Inglesa. O Original foi digitalizado pela Google e faz parte da colecção da Universidade de Harvard. Pode ler o original a partir do seguinte endereço, no capítulo “Algumas Profecias do Pai Santo S. Francisco”, XIII, página 248:

http://www.archive.org/details/worksseraphicfa00frangoog

Quando li pela primeira vez esta profecia, ela vinha numa versão brasileira e tinha-lhe sido amputada a primeira frase de São Francisco. Procurei o livro de onde poderia ter sido extraída esta profecia, e só encontrei a versão inglesa publicada em 1882. Como a tradução brasileira não estava inteiramente fiel ao texto original em inglês, resolvi fazer uma nova tradução. São muito semelhantes, quase que só com algumas diferenças de estilo. Como tinha sido retirada a primeira frase do que São Francisco disse, soou-me a que havia a intenção de forçar o texto a se referir exclusivamente aos últimos tempos da humanidade, quando, ela podia ter sido dita só com a intenção de alertar os seus irmãos para problemas que adviriam nos próximos anos a seguir à sua morte e relacionados a algum falso papa que surgisse logo a seguir. Mas dada a intensidade e amplitude da profecia, considero que pode muito bem servir os dois propósitos, mas em particular, o que se destinava a nos alertar, a todos, sobre os últimos tempos, sobre a apostasia final da igreja e ao falso profeta que há-de ser o precursor do anti-cristo.


Tradução do livro “WORKS OF THE SERAPHIC FATHER ST. FRANCIS OF ASSISI”


Capítulo - Algumas Profecias do Santo Pai S. Francisco”, XIII, página 248.

Pouco antes da morte do Pai santo, ele convocou os seus Filhos e alertou-os sobre os problemas que haviam de vir, dizendo:

«Ajam com bravura, meus irmãos; ganhem coragem e confiem no Senhor. Em breve se aproxima o tempo no qual haverão grandes provas e aflições; perplexidades e discórdias, tanto espirituais como temporais, virão em abundância; a caridade de muitos esfriará, enquanto a malícia dos ímpios aumentará.
Os diabos terão um poder fora do usual; a imaculada pureza de nossa Ordem, e de outras, será tão obscurecida, que haverá bem poucos Cristãos que obedecerão ao verdadeiro Soberano Pontífice e à Igreja Romana com corações leais e caridade perfeita. Nos tempos desta tribulação, um homem não canonicamente eleito será elevado ao Pontificado, que, com sua astúcia, empenhar-se-á em levar muitos ao erro e à morte.

Então escândalos se multiplicarão, a nossa Ordem será dividida, e muitas outras serão totalmente destruídas, porque consentirão o erro em vez de o combater.
Haverá uma tal diversidade de opiniões e cismas entre as pessoas, os religiosos e o clero, que, se aqueles dias não fossem abreviados, segundo as palavras do Evangelho, até os eleitos seriam levados ao erro, se não fossem guiados, no meio de tão grande confusão, pela imensa misericórdia de Deus.

Então a nossa Regra e nosso modo de vida serão violentamente combatidos por alguns, e provas terríveis cairão sobre nós. Os que permanecerem fiéis receberão a coroa da vida; mas ai dos que, confiando somente em sua Ordem, caírem em mornidão, pois não serão capazes de suportar as tentações permitidas como teste para os eleitos.

Os que perseverarem em seu fervor e mantiverem sua virtude com amor e zelo pela verdade sofrerão injúrias e perseguições como sendo rebeldes e cismáticos; pois os seus perseguidores, instigados por espíritos malignos, dirão que prestam um grande serviço a Deus, eliminando aqueles homens pestilentos da face da Terra; mas o Senhor será o refúgio dos aflitos, e salvará todos que nEle confiarem. E a fim de serem como o seu Mestre, estes, os eleitos, agirão com confiança e com sua morte obterão para si próprios a vida eterna; escolhendo obedecer a Deus e não aos homens, eles não temerão nada e preferirão perecer, do que aprovar a falsidade e a perfídia.

Alguns pregadores manterão silêncio sobre a verdade, e outros a calcarão aos pés e a negarão. A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Nosso Senhor Jesus Cristo lhes mandará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor».


Fonte: http://www.amen-etm.org do amigo João Bianchi - Portugal
www.rainhamaria.com.br



Para verificar por si mesmo que essas palavras foram transcritas com precisão a partir de sua fonte, estamos fornecendo imagens digitalizadas das páginas a partir das quais são tomadas:





Francisco (em latim: Franciscus), S.J., nascido Jorge Mario Bergoglio; (Buenos Aires, 17 de dezembro de 1936), é o 266.º Papa da Igreja Católica e atual Chefe de Estado do Vaticano, sucedendo o Papa Bento XVI, que abdicou ao papado em 28 de fevereiro de 2013. Foi eleito papa em 13 de março de 2013.

O cardeal Bergoglio foi eleito em 13 de março de 2013, no segundo dia do conclave, escolhendo o nome de Francisco.

Bento XVI , nascido Joseph Aloisius Ratzinger, foi papa da Igreja Católica e bispo de Roma de 19 de abril de 2005 a 28 de fevereiro de 2013, quando oficializou sua abdicação. Desde sua renúncia é Bispo emérito da Diocese de Roma. Foi eleito, no conclave de 2005, o 265º Papa, com a idade de 78 anos e três dias, sendo o sucessor de João Paulo II e tendo sido sucedido por Francisco.



O que é preciso para ser eleito Papa?
Oficialmente, não há requisitos básicos para que uma pessoa seja eleita Papa – basta que ela seja católica e ter pleno uso da razão. Entretanto, na prática, o eleito há muitos séculos sempre tem sido um cardeal. Caso o cardeal eleito ainda não seja bispo, ele é ordenado logo após a eleição – já que o papa é o Bispo de Roma. O escolhido precisa ter o voto de dois terços dos cardeais votantes para ser eleito.



CONSTITUIÇÃO APOSTÓLICA DO SUMO PONTÍFICE JOÃO PAULO II
UNIVERSI DOMINICI GREGIS ACERCA DA VACÂNCIA DA SÉ APOSTÓLICA E DA ELEIÇÃO DO ROMANO PONTÍFICE
JOÃO PAULO
BISPO SERVO DOS SERVOS DE DEUS PARA PERPÉTUA MEMÓRIA




Gostou? Compartilhe esta publicação nas redes sociais

0 comentários:

Postar um comentário